Eu Nunca

Inspirada na juventude da atriz e comediante Mindy Kaling, a série Eu Nunca une humor e sinceridade para falar sobre Devi (Maitreyi Ramakrishnan), uma garota americana de 15 anos que é filha de indianos e vive todos os dramas adolescentes possíveis.

Após sofrer um grande trauma familiar devido a morte de seu pai, Devi luta para se encaixar. Ela está cansada de fazer parte do “grupo dos nerds” e quer ter experiências comuns para a sua idade, como ir a festas e namorar. Ao lado de suas amigas Fabiola (Lee Rodriguez) e Eleanor (Ramona Young), ela traça planos para se livrar de rótulos antigos, ganhar popularidade e ter um ótimo ano escolar.

Devi vive, também, competindo por notas com seu colega de classe Ben (Jaren Lewison), um garoto riquinho que está longe de ter a vida perfeita. Mas, o seu maior objetivo é conquistar o garoto mais lindo e popular da escola: Paxton (Darren Barnet). Ela move céus e montanhas para conquistá-lo, rendendo cenas extremamente engraçadas devido ao seu jeito desastrado e original.

O maior acerto da série é por retratar os adolescentes de forma real. Enquanto Devi comete uma série de erros, surta e se deixa levar, a trama também dá espaço para o desenvolvimento dos outros personagens. Fabiola, por exemplo, é uma garota preta que está aprendendo sobre a sua homossexualidade, enquanto Eleanor é uma asiática que lida com abandono familiar e seu amor pela arte. Paxton revela angústias e intimidades com sua irmã e Ben, por outro lado, demonstra tristeza e solidão por viver sem o amor dos pais ou amigos. Além disso, vemos o desenvolvimento e motivações de Nalini (Poorna Jagannathan), mãe de Devi, e os sofrimentos e personalidade marcante de sua prima Kamala (Richa Moorjani), que lida com o peso da cultura e as obrigações matrimoniais indianas.

Por fim, pelo costume de Devi em fugir dos seus problemas internos, ela tem sessões de terapia incriveis e sem tabu algum com a Dra. Ryan (Niecy Nash). A série é repleta de referências à cultura pop e prende até o final, esbanjando carisma, conhecimento e representatividade. Sem dúvidas, é uma das melhores produções da Netflix!

COMPARTILHAR