A Nossa Espera

A Nossa Espera, filme que fez estreia no Festival de Cannes 2018, é um drama francês que fala sobre paternidade e abandono. Olivier é um homem simples, que tem um dia intenso de trabalho como chefe de setor de uma fábrica e, portanto, passa poucas horas em casa com sua família. Ele foi abandonado do dia pra noite, pela esposa Laura. Eles têm dois filhos, Elliot e Rosa, então quando ele se depara com a sua nova realidade e com os novos desafios na vida paterna, precisa conhecer melhor seus filhos e provar seu valor como pai.

Olivier precisa dividir sua vida entre a criação dos filhos, neste período familiar turbulento, com as dificuldades que encontra no seu trabalho, como a luta sindical, demissões e más condições de trabalho. É aí que ele mostra muito da sua firmeza, compaixão e personalidade forte.

O longa não deixa explicações para o sumiço de Laura e quais são as suas motivações. O foco fica por completo em como Olivier irá lidar com isso e conduzir a família a partir de então, ao mesmo tempo em que também decide o seu futuro profissional. Além disso, o filme também mostra como as crianças lidam com a tristeza de perder a mãe e precisar se adaptar a vida com um pai que, apesar de não saber muito bem o que está fazendo, dá o seu máximo.

Há também ótimas adições com a mãe e irmã de Olivier, que entram na trama para contribuir na carga emotiva e ajudar a família neste momento doloroso. Se você gosta de um drama mais leve que expõe a vulnerabilidade dos personagens sem muita complicação, esse é o filme certo pra você!

COMPARTILHAR