Telecine conta a história dos 125 anos do cinema em festival com 382 filmes

Em 1895, acontecia a primeira exibição pública de um filme nos fundos de um tradicional café parisiense. As imagens em movimento, apresentadas em pouco menos de 60 segundos, foram gravadas pelos irmãos Louis e Auguste Lumière e receberam o nome de “A Chegada de Um Trem na Estação” (L’Arrivée d’un train en gare de La Ciotat, no título original). O episódio marcou o início do cinema, cuja trajetória completa 125 anos no dia 28 de dezembro e ganha um resgate completo no Festival 125 Anos de Cinema, que apresenta 32 mostras e 382 filmes com exibição no Telecine Cult, a partir de domingo (06), além de estar disponível na plataforma de streaming.

O festival contempla desde o Primeiro Cinema até o Cinema Mundial Contemporâneo, passando por fases como Impressionismo Francês, Expressionismo Alemão, Era de Ouro de Hollywood, Neorrealismo Italiano e Cinema Novo Brasileiro. Charles Chaplin, Ingmar Bergman, Alfred Hitchcock, Federico Fellini, Stanley Kubrick e Pedro Almodóvar são alguns dos cineastas que ganham um especial dedicado a eles. As mostras seguem até junho de 2021, sempre aos domingos no Telecine Cult e, a qualquer momento, no streaming da marca.

A mostra Pioneiras do Cinema abre o festival com produções dirigidas por nomes como Alice Guy-Blaché, primeira mulher cineasta da história que, inclusive, estava presente na sessão dos Irmãos Lumière em 1895; e Lois Weber, cineasta norte-americana popular na era do cinema mudo por explorar temáticas consideradas muito à frente do seu tempo.

Destaque para A Órfã do Oceano (1916) e O Cair das Folhas (1912) de Alice Guy-Blac; e Suspense (1913) de Lois Weber; e Mulheres De Ryazan (1927) da diretora russa Olga Preobrazhenskaya. Os filmes integram a cinelist Festival 125 Anos de Cinema no streaming do Telecine.

COMPARTILHAR


0 Reviews

Leave a Reply