Emily em Paris

Após sua chefe ficar grávida e desistir da viagem de trabalho, Emily consegue o emprego dos sonhos e se muda para Paris. Ela irá trabalhar com estratégias de marketing para mídias sociais de grandes marcas de luxo, mas também precisará lidar com altos e baixos nos seus relacionamentos. Vivendo em um dos cenários mais bonitos da Europa, a série tem uma fotografia belíssima e a jovem, inclusive, veste looks extremamente estilosos e luxuosos.

A trama, criada por Darren Star (Sex And The City) e protagonizada por Lily Collins, foca nos desafios que Emily encontra em sua nova rotina de trabalho. Como não sabe falar francês, sofre para fazer amizades e se conectar com os seus colegas, principalmente com sua nova chefe, o que lembra muito o estilo de O Diabo Veste Prada. Além disso, surgem desafios em seu relacionamento a distância, que são ainda mais incendiados quando conhece seu adorável vizinho, o chef Gabriel.

A série é extremamente estereotipada. Muitas vezes, a protagonista debocha das tradições e costumes franceses ao tentar implantar a sua perspectiva americana. Emily é teimosa, mas também é uma pessoa extremamente ambiciosa e persistente, se adequando facilmente a qualquer situação. Por isso, a produção acaba ainda assim sendo extremamente agradável. É impossível não torcer para o sucesso da personagem ou para também vivenciar aventuras em outro país, especialmente na belíssima Cidade Luz. Faltou um melhor desenvolvimento e amadurecimento da personagem, mas apesar de clichê e do deboche cultural, o entretenimento vale a pena.

COMPARTILHAR


1 Review

Leave a Reply